O assunto das ameaças virtuais nunca é demais ser mencionado. Assim, o conceito a descodificar neste artigo é o Malware.

 

O Malware, ou software malicioso (malicious software), um dos mais conhecidos ataques virtuais, é um programa, ou código, prejudicial para os sistemas tecnológicos, projetado para se infiltrar nos mesmos sem o seu conhecimento. O principal intuito deste software passa por invadir, danificar ou incapacitar computadores, sistemas, redes, devices, assumindo o controlo das operações dos mesmos, interferindo no seu normal funcionamento.

Para além disso, outro dos seus objetivos passa por roubar, encriptar ou apagar dados, modificar ou sequestrar funções essenciais do computador e, ainda, espiar a atividade do seu computador sem consentimento do utilizador. Desta forma, a extração de informações é realizada com o propósito simples de ganhos financeiros.

Assim, e como forma de depreender se o seu device se encontra sobre o efeito do Malware, apresentamos os principais “sintomas” notados:

  • Lentidão das máquinas, nomeadamente da velocidade do sistema operativo.
  • Número maior de anúncios, afirmando uma oferta irreal. A partir do momento em que clica no anúncio pop-up, é descarregado um vírus. Ainda, podem surgir avisos de infeção, acompanhados destes anúncios, incitando à compra de programas que corrijam o erro.
  • Falhas ou bloqueios no sistema, que, consequentemente, se traduzem no aparecimento do ecrã azul- significado de erro fatal.
  • Acontece uma misteriosa perda de espaço no disco.
  • Existe um aumento de atividade na Internet, sem que tenha realmente acontecido.
  • A utilização dos recursos do sistema e a ventoinha é elevada ao máximo.
  • Browser alterado e extremamente lento. Assim como aparecem novas barras de ferramentas, extensões ou plugins, sendo, por vezes, direcionado para sites que não pretendia visitar.
  • Software Antivírus fica inoperacional, sem possibilidade de se proteger contra vírus.
  • Existem tipos de Malwares- o ransomware- que anuncia a sua chegada, sequestra os dados e exige um pagamento pela recuperação dos mesmos.
  • Problemas ao desligar ou iniciar o computador.

No entanto, convém salientar que, apesar de não ter notícias, não é sinal de que esteja tudo bem, dado que há Malwares que não se manifestam, escondendo-se e roubando, minuciosamente, dados confidenciais e sequestrando o seu computador com intenções maldosas.

O Malware assume vários tipos:

Adware

Software indesejado que se resume a aparecimento de anúncios involuntarios no ecrã do computador. Frequentemente, disfarça-se de legítimo ou é acompanhado por programas fidedignos para enganar os utilizadores, a fim de que estes instalem os softwares maliciosos. Dito por outras palavras, o Adware recolhe informações sobre a vítima, personaliza o anúncio e é instalado em troca de outro serviço, como por exemplo, o direito de utilizar um programa sem ter de pagar.

Spyware

Malware instalado no computador, que observa secretamente todas as atividades feitas, sem permissão, reunindo e enviando informações sigilosas ao hacker responsável. Serve, essencialmente, para monitorizar ações, a fim de roubar a identidade ou com o propósito de fraude.

Vírus

Malware que se anexa a um outro programa e que, quando instalado, sem conhecimento do utilizador, modifica alguns dos programas informáticos, infetando-os.

Worms

Semelhante ao vírus, é um Malware que se replica com a finalidade de se espalhar a outros computadores, através de uma rede, provocando variados danos, nomeadamente, destruição de dados e ficheiros, em todas as máquinas em simultâneo. Este, não exige a interação do utilizador para funcionar, assim como, frequentemente, utiliza falhas de segurança para conseguir atuar.

Trojan/ Trojan Horse

O conhecido Cavalo de Troia, é um dos Malwares mais perigosos. Aparece como representação de algo útil e inofensivo, como forma de enganar o utilizador. Depois de descarregado, entra no sistema através de acesso não autorizado e roubam informações financeiras ou instalam ameaças, bloqueando os dispositivos ou, ainda, espiando atividades do utilizador.

Ransomware

Forma de Malware mais popular que bloqueia ou nega o acesso ao dispositivo ou encripta ficheiros, exigindo, em seguida, o pagamento para a devolução dos documentos. Este rasto é difícil de seguir uma vez que o pagamento é, geralmente, em criptomoeda, um pagamento rápido e rentável. Deve, por isso, possuir os documentos sigilosos o mais devidamente protegidos possível.

Rootkit

Malware que concede ao atacante privilégios de administrador no sistema. Normalmente, encontra-se fora do alcance visível do utilizador.

Keylogger

Tipo de Malware que grava todos os movimentos de pressão de teclas no computador de utilizador, guardado as informações recolhidas, a fim de obter informações sigilosas.

Exploits

Malware que utiliza bugs e outras vulnerabilidades do sistema, com a finalidade de assumir o controlo. Encontra-se associado ao Malvertising, que consiste em camuflar um site fidedigno que, inadvertidamente, atrai conteúdos maliciosos de um site perigoso. A seguir, através de um download “drive-by”, o conteúdo malicioso tenta entrar no device, apenas através da entrada num site errado.

Scareware

Este tipo de malware leva o indivíduo a querer que o dispositivo se encontram infetado, normalmente aparecendo uma frase alarmante na página web, afirmando o perigo que o computador ou outro device enfrenta, com o objetivo de levar as vítimas a adquirirem uma aplicação antivírus falsa.

Bots

É criada uma Botnet- rede interligada a vários computadores infetados- que providenciam o roubo de dados, envio de spam, entre outros. Acontece quando um ficheiro é descarregado, possibilitando, desde logo, total controlo do device, remotamente. Nem todos os bots são maliciosos, a Google utiliza este software a fim de controlar dados.

Como se proteger contra o Malware?

  • Mantenha não só o seu sistema operativo como as aplicações que possui atualizadas. Desta forma, não existirão vulnerabilidades nos softwares, evitando uma entrada facilitada por parte dos hackers.
  • Não clique em ligações ou anúncios em janelas pop-up. Além disso, após fechar esta nova janela, deixe o site e opte por outros sites.
  • Tenha apenas as aplicações necessárias e que usará regularmente no seu computador. Se não utilizar uma aplicação, opte por a desinstalar.
  • Tenha todos os seus devices devidamente seguros.
  • Opte por possuir palavras chave para que seja mais difícil de entrar nos dispositivos. Se os seus dispositivos não estiverem sob a sua vigilância, após recuperação dos mesmos, verifique as definições e as aplicações, a fim de perceber se alguma coisa se alterou.
  • Evite clicar em ligações desconhecidas, seja via email ou em qualquer website.
  • Seja seletivo face aos sites que visita, optando por ligações credíveis.
  • Tenha atenção a emails que solicitam informações pessoais. Tente, sempre que possível, depreender se o site é fidedigno.
  • A fim de se manter seguro, adquira softwares de segurança, privilegiando empresas reconhecidas, como a ActiveSys.
  • Mantenha-se fiel aos websites oficiais, o risco de encontrar Spyware é mais reduzido.
  • Antes de instalar uma aplicação, veja todos os comentários e reviews, para entender a credibilidade da mesma.
  • Se não conhecer o contacto, telefónico ou eletrónico, não abra a mensagem.
  • Caso esteja desconfiado da quebra de segurança do dispositivo, requisite uma análise ao mesmo.
  • Nunca insira uma pen drive ou uma unidade de flash USB desconhecida no seu computador.
  • Verifique os seus documentos e informações sigilosas, regularmente.
A ActiveSys pode ajudar na segurança dos seus devices, através de serviços e produtos que servirão como elo de segurança. Não hesite em pedir ajuda, estamos disponíveis para si.

 

A ActiveSys mantém-no informado e seguro.

ActiveSys, we activate your business.